Bem vindos (as) ao NW Blumenau    |

  • DonCorleone em Blumenau
  • don corleone
MERCADO FINANCEIRO ÚLTIMAS NOTÍCIAS

Revendas de veículos reivindicam flexibilização com funcionamento reduzido

A ASSOVESC – Associação dos Revendedores de Veículos Automotores no Estado de Santa Catarina, representada pelo seu  presidente Rafael Silva deliberou sobre uma nota destinada ao governador do estado, na qual se pronuncia sobre a abertura das revendedoras de veículos de Santa Catarina, conforme o Decreto 525 de 23/03/2020.

A entidade pede para que sejam estudadas medidas de flexibilização para o funcionamento das lojas de veículos após o atual período de quarentena.

Confira a nota: 

  1. Queremos esclarecer que entendemos e parabenizamos os cuidados inerentes à atuação rápida que governo teve  no sentido de controlar os efeitos do Coronavírus, pois acreditamos que o bem estar da população é primordial.

  2. Mas assim como os demais setores, estamos muito preocupados e buscando alternativas  para que os impactos da nossa categoria  sejam minimizados. Acreditamos que faz-se  necessária a adoção do diálogo cooperativo para estabelecer acordos e encontrar caminhos de resolução dos problemas de forma respeitosa e solidaria.

  3. É fundamental destacar que em Santa Catarina temos cerca de 1600 empresas revendedoras de veículos, que geram  mais de 24.000 empregos diretos e indiretos.

  4. No mês de fevereiro, Santa Catarina registrou a venda de mais de 62.000 veículos seminovos e usados, significando uma parcela importante na economia do Estado.

  5. Diante deste cenário, estamos reivindicando  junto ao governo, a autorização para que, após o término do Decreto acima citado,  possamos reabrir nossas empresas normalmente, possibilitando a sobrevivência das mesmas.

  6. Caso ainda haja necessidade de estender os dias de quarentena,  reiteramos nosso pedido para que as revendas de veículos funcionem com seu quadro reduzido a 50% do pessoal, com realização de escalas internas, atendimento diário e limitado somente com agendamento,  com o compromisso de usar todos os critérios de segurança, como descontaminação e limpeza do ambiente e dos veículos, uso de máscaras, luvas e álcool gel à disposição,  sem trabalhadores acima de 60 anos,  além de manter as lojas com as portas fechadas.

  7. Acreditamos que desta forma, poderemos amenizar parcialmente o forte impacto econômico  do setor, e evitar o desemprego e o fechamento de muitas empresas.

 

Comentários