Bem vindos (as) ao NW Blumenau    |

SEGURANÇA ÚLTIMAS NOTÍCIAS

Inédita no estado, cirurgia de prótese auditiva totalmente implantável será realizada em Blumenau

No Hospital Santa Isabel, nesta quinta-feira, o Dr. Tobias Torres, médico otorrinolaringologista com especialização em cirurgia do ouvido, realizará a primeira cirurgia de prótese auditiva cirúrgica totalmente implantável de Santa Catarina. De acordo com o médico, é um “tipo de aparelho de audição de alta tecnologia implantado, cirurgicamente, por baixo da pele e que não necessita de qualquer outro aparelho externo para seu funcionamento.”

Foto: Divulgação

O primeiro procedimento nacional foi realizado em São Paulo, em fevereiro de 2012. Desde então, aproximadamente 50 próteses foram implantadas em todo o Brasil. Na Europa é utilizada desde 2008.

A prótese auditiva

Funciona durante todo dia e possui diversos benefícios ao paciente, como a possibilidade de realizar atividades aquáticas. Como permanece totalmente por baixo da pele, para captar o som, o microfone fica bem perto da superfície. Possui uma bateria recarregável. Um carregador deve ser acoplado junto da prótese por meio de um imã por um período de 45 minutos. O implante também possui controle remoto usado para regular o volume, ligar e desligar.

 A cirurgia

A cirurgia é realizada sob anestesia geral através de uma incisão atrás da orelha. O procedimento tem duração aproximada de 3 horas e necessita de um dia de internação hospitalar. A prótese é ativada após um período de 30 a 45 dias de cicatrização. A cirurgia será realizada pelo Dr. Tobias Torres e acompanhada pelo Dr. Iulo Baraúna, cirurgião referência nesse procedimento no Brasil. Tanto o procedimento como a prótese auditiva têm cobertura de planos de saúde ou podem ser custeados de forma privada.

O paciente que vai receber a prótese auditiva cirúrgica totalmente implantável tem 27 anos e perda auditiva nos dois ouvidos. Apesar de apresentar bom resultado com os aparelhos de audição convencionais, não consegue usá-los e desempenhar suas atividades profissionais de forma adequada devido ao excesso de umidade por exposição à chuva e suor.

Por: Gabriel Silva/Hospital Santa Isabel

Comentários