Reality Mão na Massa quebra tabu da formação em EAD

Diversidade cultural é o que a estudante de gastronomia Maria Luiza Hacke, 19 anos,  encontrou nos primeiros dias do reality universitário de gastronomia Mão na Massa, que iniciou na segunda-feira, dia 26. Aluna do EAD no polo da Unicesumar em São Bento do Sul, Maria foi a única catarinense selecionada para participar da competição promovida pela instituição na sede em Maringá, no Paraná.


São 24 participantes de todo o país compartilhando e absorvendo conhecimento. “Cheguei aqui com as pernas bambas e fui acolhida por todos. Está sendo uma experiência única. É a oportunidade de conhecer e tirar dúvidas com grandes Chefs. Até agora tudo foi maravilhoso e minha expectativa é que fique ainda mais emocionante e dinâmico”, afirmou Maria Luiza

A qualidade da formação em EAD foi testada já nas duas primeiras provas da competição: PF Conceitual e Harmonização de Massas e Vinhos.“É uma emoção muito grande para nós, alunos da EAD, conhecer pessoalmente os professores e tutores que só conhecemos pela internet. É muito bom poder abraçar e dizer que eles fizeram a diferença na nossa formação profissional”, destacou Viviane Costa (54), de São Paulo. “Começamos nivelando a competição por cima. Se o começo foi assim, imagino o que será a final”, completou Hannison Felipe (28), aluno do polo de EAD da Unicesumar em Barreira (BA).

A principal prova do primeiro dia do Mão na Massa foi a de harmonização de massas com vinhos. Durante o dia, os 24 competidores participaram de dois workshops sobre os temas, um com o sommelier e professor de Enologia William Máximo e outro com o chef e professor de Cozinha Clássica Alexandre Gimenez.

 A prova começou com a escolha dos vinhos. Cada uma das seis equipes elegeu um representante para a escolha do vinho que seria usado na prova. A equipe Alecrim escolheu um Sangiovese italiano, que harmonizou com um pappardelle fino ao molho de ragu de calabresa. A Capim Santo harmonizou um Sauvignon Blanc chileno com capeletti recheado com ricota e salmão defumado, ao molho Alfredo. A equipe Flor de Sal combinou um Gewürztraminer francês com pappardelle com limão siciliano na massa ao molho Alfredo.

A equipe Açaí escolheu um Torrontés argentino que foi harmonizado com ravióli recheado com gorgonzola e castanhas do Pará. A Manjericão harmonizou um Carménère chileno com talharim ao molho sugo rústico e manjericão. A equipe Pimenta escolheu um Chardonnay chileno para harmonizar com agnolotti recheado com brie, damasco e castanha do Paraná ao molho bechamel.

 O júri da prova foi formado pelos professores William Máximo e Alexandre Gimenez e pelos chefs Alex Lopes e Matheus Nicolosi, do AM Gastronomia, buffet de eventos de Maringá. Todos os pratos e harmonizações foram avaliados e as equipes receberam os feedbacks dos jurados, mas as notas só serão reveladas no final da competição.

“Todos os participantes estão mergulhados de corpo e alma na competição. Nesse primeiro dia foi muito bom ver que nossos alunos estão recebendo uma formação de qualidade e conseguem praticar na cozinha tudo que aprendem nas aulas, tanto no Presencial, quanto na EAD. Eles estão demonstrando muito conhecimento técnico e souberam aplicar isso nas provas do primeiro dia”, avaliou o professor Vinícius Pires Martins, coordenador do Mão na Massa.

Muitos alunos de Gastronomia do campus sede da Unicesumar acompanharam na noite de segunda-feira a prova de harmonização de massas com vinhos. “Queremos que esses alunos vejam a prova da competição, que será a primeira de muitas, e se animem para os próximos desafios que serão lançados”, completou o coordenador do reality.

O Mão na Massa

O Mão na Massa reúne 24 estudantes de Gastronomia da Unicesumar dos polos de EAD de 12 Estados brasileiros e do Distrito Federal, além de acadêmicos de dois dos quatro campi da instituição no Paraná (Maringá e Ponta Grossa). Esse é o primeiro reality universitário de gastronomia do Brasil. A competição começou na segunda-feira (26 de fevereiro) e terá a sua prova final na noite desta sexta-feira (02 de março). O Mão na Massa está sendo realizado no campus sede da Unicesumar, em Maringá (PR).

Os integrantes das três melhores equipes receberão premiações especiais e os membros do grupo campeão ganharão bolsa integral para um dos dois cursos de pós-graduação em Gastronomia da Unicesumar: Gastronomia Funcional e Natural ou Gestão estratégica em Negócios Gastronômicos.

Para saber mais, acesse o site www.unicesumar.edu.br/maonamassa/

Equipes “Mão na Massa”

Equipe Flor de Sal

Claudia Emilia Santos, 37, PR

Regina Batista de Oliveira, 45, MG

Murilo De PederZandoná, 25, PR

Waleska de Figueiredo Maciel Silveira, 41, MG

 Equipe Pimenta

Alcyr Alves Viana Neto, 51, DF

Lesly Fernandes dos Reis, 43, RJ

Suelen Pereira de Mendonça, 33, GO

Jaqueline de Souza Luis Silva, 23, SP

 Equipe Açaí

Edivam Gomes Dantas, 40, PA

Wiviane Machado, 41, GO

Izailda Maria Calvis Reis, 56, MS

Fabiana Dias Listo Santos, 40, ES

 Equipe Alecrim

Suzana Flor Reinaldo de Andrades, 41, RS

Viviane P. Costa, 54, SP

Claudia Ferreira Borges de Salles Passarelli, 55, MG

Mateus Corete da Silva, PR, 24

 Equipe Capim-Santo

Kathia Nani Chiuchetta, 50, PR

Hannison Felipe, 28, BA

Maria LuizaHacke, 19, SC

Fellipe Mathews, 26, BA

 Equipe Manjericão

Sandra Bispo de Melo, 41, GO

Roberto Bellini Costa dos Santos, 43, RR

Eliana Gomes Santana, 43, BA

Alex Sandro Cobo, 36, SP

Texto: Silvia Regina Machado | Via: New Age Comunicação
Reality Mão na Massa quebra tabu da formação em EAD Reality Mão na Massa quebra tabu da formação em EAD Reviewed by Wellington Civiero Ferreira on 28 fevereiro Rating: 5

NW Blumenau No Twitter