O Rio não é Hollywood | Atriz blumenauense, radicada na capital fluminense, volta à terra natal com um espetáculo próprio

Há quase cinco anos Bruna Fachetti deixou Blumenau com muitos sonhos na bagagem. Recém-formada na carreira de atriz em escolas da cidade, partiu para o Rio de Janeiro com o objetivo de dar um salto bem maior: Hollywood, o berço do cinema norte-americano. E aí, o que aconteceu desde que Bruna colocou o pé em outros palcos? Aventuras no mínimo hilárias, que renderam no começo lágrimas e risos, mas que no fim viraram o roteiro da peça O Rio não é Hollywood, que será apresentada nos dias 18, 19 e 20 de novembro na Fundação Cultural de Blumenau. Escrito pela própria Bruna, o espetáculo apresenta, em quase uma hora e de forma divertida, o dia a dia de quem sonha com a fama, mas que passa muita “dureza” na vida de anonimato.
(Foto: Divulgação)
O pontapé inicial para a elaboração do roteiro foi quando a atriz refletiu sobre o que gostaria de levar aos palcos e não imaginou outra história se não a dela mesma. “As diferenças culturais entre o Rio de Janeiro e Blumenau são enormes. Isto fez com que eu tivesse uma dificuldade de adaptação no Rio e daí surgiram várias histórias engraçadas que eu conto na minha peça. A estreia da turnê será em Blumenau e, depois, os planos são levar a peça para outras cidades do país”, explica.

No caso de Bruna, desde muito jovem ela já respirava a arte, mesmo enquanto cursava a faculdade de Direito. Ainda em Blumenau fez os primeiros trabalhos na Cia Carona de Teatro. No currículo da atriz estão passagens em importantes escolas de teatro do Brasil, além de participação e produção de espetáculos para o público carioca.

Bruna Fachetti
Atriz, escritora e produtora, Bruna Fachetti, nascida em Blumenau no dia 28 de novembro de 1991, instigada sobre a magia teatral, procurou em 2007 a Cia Carona de Teatro. Lá, iniciou sua trajetória artística e fez seus primeiros trabalhos como atriz – espetáculos Julietas e Sete – com o diretor Pepe Sedrez. Desde então, não parou mais de atuar: fez parte do grupo amador Atores do Imperador, com o qual encenou o espetáculo “Sonhos de Meninos de Rua” e, logo em seguida, iniciou um curso profissionalizante para atores, em paralelo à faculdade de Direito. Durante este período, viajou ao Rio de Janeiro e conheceu novas técnicas, diferentes maneiras de propor e transpor a arte e, através do seu relacionamento com diversos profissionais do meio, amadureceu o seu ofício. Em 2012, mudou-se definitivamente para o Rio de Janeiro e escreveu sua primeira peça, “Crime em Blumenau”, a qual estrelou na sua cidade natal em outubro do mesmo ano.

Em 2013, ingressou na Escola de Atores Wolf Maya e, no primeiro semestre de 2014, trabalhou como atriz e assistente de direção na Cia ACENA, onde ganhou seu primeiro prêmio como atriz/escritora no festival de cenas curtas do Teatro Arthur Azevedo, com o monólogo “A Baronesa”. Em 2015, Bruna passou a integrar o elenco da Cia de Arte Nova, dirigida por Marcello Gonçalves, onde aprendeu também a produzir, função que se tornou seu ofício até então. Em 2016, já produziu três espetáculos - "Borderline", de Junior Dalberto; "Será que a gente influencia o Caetano?", de Mário Bortolloto; e “A Serpente”, de Nelson Rodrigues, com atrizes como Maytê Piragibe e Laís Pinho, em um teatro que é parte do novo complexo Wolf Maya, no Rio de Janeiro.

Serviço:
O quê: Peça “O Rio não é Hollywood”
Quando: 18, 19 e 20 de novembro, às 20h
Onde: Teatro Edith Gaertner, na Fundação Cultural de Blumenau
Ingressos: R$ 20 (inteira) e R$ 10 (meia-entrada). Antecipados: Maxi – Rua Engenheiro Udo Deeke, 289, Salto do Norte, Blumenau (SC)
Gênero: Comédia
Classificação: 10 anos
Duração: 50 minutos

Ficha técnica:
Texto e Atuação: Bruna Fachetti
Direção: Mauro Eduardo
Iluminação: Felipe Lourenço
Figurino e Finalização de Arte: E. Antoine
Trilha Sonora: Chico Rota
Preparadora Vocal: Juliana Veronezi
Designer: Fábio Nóbrega
Marketing: Maikiaine Silva
Direção de Produção: Mauro Eduardo
Produção Executiva e Idealização: Bruna Fachetti
Realização: Bruna Fachetti Produção Artística e Maxi Com. de Peças para Tratores Ltda.


Texto: Letícia Oberger | Via: Oficina das Palavras 
O Rio não é Hollywood | Atriz blumenauense, radicada na capital fluminense, volta à terra natal com um espetáculo próprio O Rio não é Hollywood | Atriz blumenauense, radicada na capital fluminense, volta à terra natal com um espetáculo próprio Reviewed by Wellington Civiero Ferreira on 04 novembro Rating: 5

NW Blumenau No Twitter